quinta-feira, 10 de janeiro de 2013



PEQUENA CRONOLOGIA DE TAPERUABA

(Parte IV - 10 de janeiro de 2013)

"O primeiro dever do historiador é não trair a verdade, não calar a verdade, não ser suspeito de parcialidades ou rancores."  -  Marcus Tullius Cícero – ( -106 / -43)

(Continuação)

 1964  - 6 de março – Sexta feira. Por determinação de seu superior hierárquico, o Bispo Dom João José da Mota e Albuquerque, foi transferido da Paróquia de Aracatiaçu para a Paróquia de Chaval, na serra Grande, nosso estimado vigário, padre Odilon Pinho, deixando uma lacuna impreenchível em nossa comunidade.

1964  - 7 de março -  Sábado. O Bispo Dom João José da Mota e Albuquerque, por provisão, nomeia para vigário de Aracatiaçu, o Reverendíssimo Padre Gonçalo de Pinho Gomes, egresso da cidade de Poranga, o jovem padre implanta um paroquiato dinâmico e laborioso. Dentre alguns fatos que merecem destaques, vale lembrar: A reforma da Casa Paroquial e a construção de uma Quadra Esportiva, que atualmente ostenta, merecidamente, o seu nome, além da criação do Grêmio Recreativo de Taperuaba. Padre Gonçalo foi também, á época, diretor do Ginásio Inácio Pinto, atualmente, para tristeza de muitos, extinto.

1965   -  14 de dezembro – Terça feira. Pela lei estadual nº. 8339, de 14-12-1965, o município de Sobral adquiriu como distritos, os extintos município de Aracatiaçu, Taperuaba e Forquilha - ex-São Francisco do Monte, pois foram criados e não instalados.

1965  -  Nesse ano é implantada o primeiro receptor de televisão pública municipal, no Grupo Escolar Francisco de Almeida Monte, quando da gestão de Cesário Barreto. Os das gerações 50/60, bem se lembram dos Seriados da TV dos anos sessenta: O Túnel do Tempo; BAT MASTERSON; A Feiticeira; Bonanza; Perdidos no Espaço - Quem dessa geração, não se lembra do Dr. Smith. Bons tempos aqueles!

1968   -  31 de dezembro – Terça feira. Em divisão territorial datada de 31-12-1968, o município é constituído de 12 distritos: Sobral, Aracatiaçu, Bonfim, Caioca, Caracará, Forquilha, Jaibaras, Jordão, ÔlhoD`Água, Patriarca, Taperuaba e Trapiá. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 01-07-1983.

1970  -  O Ginásio Inácio Pinto foi fundado pelo Prof. Evaristo Linhares, natural de Santa Quitéria, com o apoio do prefeito de Sobral, Jerônimo Medeiros Prado.

1970  -  Padre Gonçalo assume, como diretor do Ginásio Inácio Pinto. Pe. Gonçalo envolveu-se não só no aspecto religioso, foi além, fez melhorias no Salão Paroquial, que foi transformado no Grêmio Recreativo, tão marcante à juventude da década de sessenta, que serviu de ponto de encontro e de lazer para os jovens do lugar e os visitantes... Com a ajuda do povo, Pe. Gonçalo construiu uma quadra de esporte que leva seu nome e foi palco de tradicionais festas dançantes, de algumas delas, participei com vibração... No tocante à Educação, Pe. Gonçalo contribuiu como diretor do Ginásio Inácio Pinto (extinto), do qual fui uma de suas fundadoras como professora no ano de 1970.”.

1976  -   Inauguração da instalação da rede de energia elétrica, fornecida pela COELCE. A solenidade de inauguração contou com grande número de taperuabenses, além da presença do prefeito municipal, José Parente Prado.

1978  -  Nessa data é inaugurada a Agencia de um Posto dos Correios, em Taperuaba. A efeméride foi prestigiada por um grande número de taperuabenses, que entusiasmados com a chegada de mais um equipamento do progresso. Grande também, foi a presenças de uma grande comitiva política, encabeçada pelo prefeito municipal, Dr. José Euclides Ferreira Gomes.

1979   -  8 de fevereiro  - Sábado. Nessa data deixa a Paróquia de Aracatiaçu o nosso querido Padre Gonçalo. Assim se reportou Orane Cunha em seu livro A Santa Peregrina: “Padre Gonçalo é transferido oficialmente da paróquia de Aracatiaçu e, em Sobral, assume a Igreja da Sé, com um novo título, o de Cônego. Em Taperuaba deixou saudade e feitos significativos, sobretudo a amizade fraterna que nutria pelos taperuabenses, que de forma alegre e espontânea procura, até então, cultivá-la. Muito incentivou a continuação ao culto a Nossa Senhora do Carmo e a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. No breve em que ficou entre nós, soube dispersar sinais de afeto e amizade a cada um dos taperuabenses, que em gratidão sempre davam-lhe mostra de respeito, carinho e amizade. Sempre lembrava-nos das palavras do saudoso Papa João Paulo II: "Quem não é mariano nem é cristão”.

1979  - 9 de fevereiro  - Sexta feira. Padre Martins Medeiros é transferido para a paróquia de Aracatiaçu, onde exercerá a função de Vigário, por determinação do Bispo Diocesano, Dom Walfrido Teixeira. Mais uma vez, assim se reportou Orane Cunha em seu livro A Santa Peregrina:Outra vez a igreja da paróquia de Aracatiaçu sentia a ausência do seu pastor. Amadurecida na fé seguia em ação solidária e construtiva aguardando o novo dirigente já nomeado pelo bispo Dom Walfrido Teixeira Vieira, dia 09 de fevereiro de 1979. Não demorou, dentro de pouco tempo de sua nomeação, foi recebido com festa pela referida comunidade. Agora, o responsável pela Capela de Nossa Senhora do Carmo ficou sob o comando do Padre Martins de Medeiros. Jovem de aparência franzina, fala mansa, com veste de bom sacerdote, que abraçou a missão de pároco com seriedade e ânimo para bem servir a sua comunidade religiosa.
Padre Martins ia desenvolvendo suas atividades pastorais, recebendo dos paroquianos apoio e credibilidade.Na ocasião, a comunidade de Vassouras, o maior e o mais desenvolvido bairro de Taperuaba, principalmente o grupo de mães "O Amor Constrói", sentia a necessidade de um local apropriado para seus encontros mensais de orações, leituras bíblicas e discussões sobre a formação religiosa na família, que já vinham sendo realizados há algum tempo.
O grupo de mães "O Amor Constrói" vendo a imagem de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro na capela de Nossa Senhora do Carmo, sem um local próprio para receber dos seus devotos uma veneração mais calorosa e permanente, começou a projetar idéias para que a sua imagem fosse doada a sua comunidade. Intensa foi à luta para concretizar esse desejo, mas, graças a Deus, os senhores Francisco Frederico Mendes e Nelson Gomes Pinto (in memoriam], doaram cem metros quadrados de terra destinados à construção da capela, conforme fora orientado por Dom Walfrido Teixeira Vieira, ainda bispo da diocese de Sobral na época.
Com a presente vitória, a comunidade cristã de Vassouras, apoiada por Pe. Martins, levantou uma palhoça de coqueiro como pedra fundamental da futura capela. Nela foram celebradas as duas primeiras festinhas de Nossa Senhora, nos anos de 1979 e 1980, obedecendo ao período de 15 a 18 de novembro, quando a imagem de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro era levada pelos fiéis da capela de Nossa Senhora do Carmo até a "palhoça", onde ela ficava em veneração até o dia 18 do referido mês.
A construção da capela de Vassouras registra-se a partir do ano de 1980, quando seu povo reunia-se aos domingos à tarde e cada um dava sua contribuição como podia; ressalto aqui um grupo de trabalhadores do Bolsão (EMATECE) que contribuiu de modo significativo na construção da capela. Em 1981, a terceira festinha de Nossa Senhora já aconteceu na capela em construção. Finalmente, em 1983, a imagem de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro foi recebida com festa pelo povo de Vassouras como rainha e sua padroeira, oficialmente. O sonho desse povo bom e fervoroso tornara-se realidade. Na capela de Vassouras ela continua. Espera-se que dela não seja mais retirada.
Os festejos de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro acontecem no mês de outubro, com a participação ativa e calorosa dos seus devotos, não só os do bairro Vassouras, como os da sede e das adjacências de Taperuaba, inclusive os de outras localidades. Porém, como a antiga romaria à gruta da Furna nunca mais se viu, nem mesmo pelos taperuabenses da "velha guarda". Saudosismo pode até ser, como pode ser também a comprovação das mutações naturais que foram acontecendo no delinear do tempo.
A missão pastoral de Pe. Martins em nossa paróquia terminou em 10 de maio de 1984. E para outra, creio eu, como bom soldado da Igreja de Cristo, foi transferido sem fazer questionamentos. Na paróquia deixou marcas de sua presença ativa e virtuosa de hábil missionário, que fez renascer o apostolado da oração. Em Taperuaba, teve como grande colaboradora nessa obra, a Sra. Laura Brasileiro Mesquita, in memoriam.”.

1983  -  18 de junho  – Sábado - Celebram-se com Missa  em Ação de Graças na Matriz de São Francisco de Assis, em Itapajé, as Bodas de Ouro, do casal ESMERINO CORDEIRO DUTRA e ANÍSIA DUTRA MELO, genitores da tradicional família Dutra de Taperuaba e Itapajé. Na realidade, suas origens estão na pequena vila de Corrente, feudo das famílias Cordeiro, Dutra, Magalhães e tantas outras. No início de 1980 se mudam em definitivo para Itapajé, aonde muitos de seus filhos já residiam. Seus filhos são: Moacir (Margarida), Leônidas (Zé Ávila, filho de Santo de Paiva), Meton (Raimundinha, filha de José Siqueira e Neném) Marcos (Conceição, filha de Pedro Cordeiro – irmão caçula de Esmerino – e Palmira, filha de João (Alves da Cunha) Pinto e Adelina), Jonas (Maria do Carmo, filha de Antonio Negreiro, o principal Delegado civil de Taperuaba), Irene (Batista Pinto, filho de Raimundo e Josina), Rita – falecida; Maria, também falecida, (João Ávila); Terezinha – solteira; Conceição (Sebastião Ribeiro, Cel. Leme, filho de Antonio Cavalcante Ribeiro, político influente da região de Irauçuba e um dos maiores conhecedores da história da região, de saudosa memória ), Úrsula (João Bernardes, filho de Sebastião Batista e Neusa),  Francisco, (Chicute, casado com Graça, filha de Franciné Targino); Socorro (Ribamar Ramos, filho de Teófilo Ramos Neto e Maria Bastos Ramos) e, finalmente, Lúcia (Fernando Sales, filho de Antonio Gomes de Sales e Marisa Santos). Esmerino nasceu em 28-11-1903 e Anízia, em 02-05-1916. A Missa em Ação de Graças foi celebrada pelo Pe. Pascoal Rios Osterne, Pároco de Itapajé.

1984  -  10 de maio – Quinta feira. Padre Martins Medeiros é transferido da Paróquia de Aracatiaçu, onde permaneceu desde 9 de fevereiro  1979 - Sexta feira.

1985   -  5 de fevereiro – Terça feira. Pela lei estadual nº. 11012, de 05-02-1985, nessa data se separa do município de Sobral os distritos de Forquilha e Trapiá, para formar o novo município Forquilha.

1988    -   18 de agosto – Quinta feira. Em divisão territorial datada de 18-08-1988, o município é constituído de 10 distritos: Sobral, Aracatiaçu, Bonfim, Caioca, Caracará, Jaibaras, Jordão, Olho D`Água, Patriarca e Taperuaba. Pela lei municipal nº. 111, de 1989 - fica assim criado o distrito de São José do Torto e anexado ao município de Sobral.

1995  -  1 de junho – Quinta feira. Em divisão territorial datada de 1-06-1995, o município é constituído de 11 distritos: Sobral, Aracatiaçu, Bonfim, Caioca, Caracará, Jaibaras, Jordão, Rafael Arruda ex Olho D`Água, Patriarca, São José do Torto e Taperuaba.

1998   -  20 de maio – Quarta feira. Pela lei municipal nº. 175, de 20/05/1998 redefine o distrito de Aprazível e anexado ao município de Sobral.

1998   -   3 de setembro – Quinta feira. O prefeito Cid Gomes e o secretário Maia Júnior, da SETECO, assinaram a ordem de serviço para asfaltamento da estrada que liga a Sede do Município ao Distrito de Taperuaba, numa extensão de 18 quilômetros. A solenidade, que aconteceu às 16 horas, em Taperuaba. Uma promessa do prefeito Cid Gomes, esta obra já era reivindicada, desde o tempo em que Cid Gomes presidiu a Assembléia Legislativa. Foi estabelecido, portanto, uma nova parceria de benefícios envolvendo o Governo do Estado e a Prefeitura de Sobral. Com a pavimentação dessa estrada, os moradores da região de Taperuaba, notadamente comerciantes, estudantes, aposentados e pensionistas, foram fortemente beneficiados.


PENSAMENTO DO DIA

Sorri quando a dor te torturar
E a saudade atormentar
Os teus dias tristonhos vazios

Sorri quando tudo terminar
Quando nada mais restar
Do teu sonho encantador

Sorri quando o sol perder a luz
E sentires uma cruz
Nos teus ombros cansados doridos

Sorri vai mentindo a sua dor
E ao notar que tu sorris
Todo mundo irá supor
Que és feliz



Por hoje é só, brevemente retomaremos com outros assuntos.

Ribamar Ramos
Boa noite / Bom dia
Fortaleza 10 jan 2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário